Lost

Desenho um mapa teu. Em vermelho ponho as cartas longuíssimas, os risos tontos e sinceros que me fam sentir bem e humano e normal, as mil dentadas pequenas, o cantarolar de melodias com letras esquecidas. Azul para os choros por essas cousas das que nem me lembro porque não pensei na sua importância, todas as lamurias e saudades e lembranças vão em azul, evidentemente. Verde para as olhadas sem fim, e um verde mais claro para as que não tenhem nenhum significado. Preto para os cabelos que quase me afogam essa noite. Cor-de-rosa para as chamadas perdidas que talvez deveria devolver.

Escala 1:1

Anúncios

Publicar um Comentário

Required fields are marked *
*
*

%d bloggers like this: