Category Archives: A Belocidade dos Problemas

Eliminar as provas

Como não suporto as despedidas sempre vou na estratégia do covarde. Deixo uma nota ou alguma mensagem dizendo que sinto muitíssimo que tudo termine deste jeito (seja o jeito como for, quase nunca é para bem). É uma mágoa não podermos compartilhar mais tempo, seguiremos em contacto, etc, escreve ao email, telefona-me, agora não há […]

Sem jeito…

ai, tantos dias sem nenhum jeito por cá. Sinto que estou a afogar entre a minha poeira privada e, o que já é inadmissível, no remoinho de tormentos e angustias fingidas que entra pola janela. Nasces um lamúrias e morres um lamúrias, isso é o único que eu diria sobre o tema. Agora vim a […]

La vera forza

Imaginas que as câmaras municipais fossem como pequenos Estados independentes? Cada concelho estabeleceria regras sobre a cidadania dos seus moradores, diria quem tem direito (e obriga) a um bilhete de identidade permanente por uma questão de sangue e não de residência. A imigração estaria fortemente controlada e haveria controlos em todas as fronteiras. Para ir […]

Os Pequenos Secretos

Desde pequeno escondo os meus pequenos secretos numa caixa enterrada entre livros juvenis. Sempre que ganho um novo secreto subo até o faiado, caminho entre a desordem, e abro o cárcere de mentiras. Tiro um Conde de Montecristo, um Robinson Crusoe, um Pequeno Vampiro, etc… antes gostava destes títulos. Foram exilados porque precisava dalguns deles […]

Dedos de tinta

Há sonhos mais cruéis. Sonhos que continuam o eco dos medos, onde as moças te deixam com uma carta e uma viagem de avião, o dia anterior ao aniversário como se fosse uma fugida da justiça. Nem era necessário. Mas como não há valor, deixam uma carta com todos os sinto e os não tinha […]

A íntima queda das cousas

Avó. Chamou-me avó e não é o meu neto, é um cuidador tão preguiceiro como para não apreender o meu nome. Como pensam que não entendo nada, mas entendo, oh, claro que entendo. O que não quero é falar, é o meu único protesto possível neste cárcere tão limpo no que me confinaram. Que pensaria […]

A Cerimónia

– Vem, Brat, que vai começar! Brad Pitt continuou a preparar o seu batido com estudada indiferença. Por dentro também desejava assistir à cerimónia desde o primeiro minuto, mas queria aparentar uma figura de tipo duro (uma como a que tão mal representa nos seus filmes). Oficialmente apenas a veria por acompanhar a Angelina Jolie. […]

Duas Cores

Sempre pensei que Cinza era alguém em que confiar. Não direi cá o tópico de que todos temos duas faces e blá, blá, eu sei o que é ser contraditório e ter várias opiniões sobre o mesmo assunto, ser um camaleão dependendo da gente que te rodeia, eu tenho os meus dias luminosos e os […]

Burroughs

Antes de começares a ler isto. Quero que penses em todas as cousas. Todas as que ninguém deve conhecer de ti. Sobre ti. Não penses que vai ficar oculto para sempre. Alguém já sabe, neste momento. Será revelado cedo ou tarde, se não fizeres nada. Arruma as provas e destruas. Já mesmo. Não as deixes […]